Coworking Sancho de Ávila

Barcelona, Espanha. 2014 | colaboração com Lluìs Corbella Architecture & Design


 previous arrow previous arrow
 next arrow next arrow
Full screenExit full screen
 previous arrow next arrow
Slider

Reforma de um armazém abandonado para instalação de um espaço destinado a coworking, no bairro de Poblenou, em Barcelona. O projeto prevê a manutenção da estrutura existente e a instalação de 22 unidades modulares de 3 tipologias diferentes: áreas de trabalho (2, 4 e 6 pessoas), espaços comuns e recepção.

A natureza do empreendimento, destinado a empresas jovens e startups, permitiu uma abordagem diferenciada, onde existe uma complementaridade entre espaços de trabalho e espaços de natureza lúdica, criando um lugar com identidade e um marco naquele bairro. A disposição dos módulos define a natureza dos espaços que ocupam: no exterior, as unidades destinadas a zona de refeições e de convívio definem a área social do empreendimento, complementada por uma pequena pista de atletismo e uma quadra de basquete. Além disto, um dos módulos existentes no espaço exterior está destinado a atividades recreativas e culturais, como pequenas exposições ou projeção de filmes. Em contraponto, as unidades destinadas a escritórios tipo coworking implantam-se no interior do antigo edifício, que permanece como uma ruína donde surge esta nova vida, num espaço divertido e criativo, perfeito para startups.

Barcelona, Espanha. 2014

colaboração com Lluìs Corbella Architecture & Design


 previous arrow previous arrow
 next arrow next arrow
Full screenExit full screen
 previous arrow next arrow
Slider

Reforma de um armazém abandonado para instalação de um espaço destinado a coworking, no bairro de Poblenou, em Barcelona. O projeto prevê a manutenção da estrutura existente e a instalação de 22 unidades modulares de 3 tipologias diferentes: áreas de trabalho (2, 4 e 6 pessoas), espaços comuns e recepção.

A natureza do empreendimento, destinado a empresas jovens e startups, permitiu uma abordagem diferenciada, onde existe uma complementaridade entre espaços de trabalho e espaços de natureza lúdica, criando um lugar com identidade e um marco naquele bairro. A disposição dos módulos define a natureza dos espaços que ocupam: no exterior, as unidades destinadas a zona de refeições e de convívio definem a área social do empreendimento, complementada por uma pequena pista de atletismo e uma quadra de basquete. Além disto, um dos módulos existentes no espaço exterior está destinado a atividades recreativas e culturais, como pequenas exposições ou projeção de filmes. Em contraponto, as unidades destinadas a escritórios tipo coworking implantam-se no interior do antigo edifício, que permanece como uma ruína donde surge esta nova vida, num espaço divertido e criativo, perfeito para startups.

Close Menu